Eddie Vedder faz primeiro show desde a morte de Chris Cornell

30 de maio de 2017

Eddie Vedder, vocalista do Pearl Jam, fez o primeiro show desde a morte do cantor Chris Cornell, que, assim como ele, emergiu na música na gênese da cena grunge de Seattle, no fim dos anos 1980. A apresentação aconteceu em Amsterdã, na Holanda, no último sábado, 27.

Ainda que não tenha diretamente mencionado Cornell ou tocado músicas ligadas ao vocalista, segundo comentários de fãs no fórum oficial do Pearl Jam, a morte do músico ditou o tom da apresentação de Vedder.

Em um momento durante a performance, o cantor afirmou estar “pensando em muitas pessoas”. “Em algumas em particular, e em suas famílias”, continuou. “Eu sei que se curar leva tempo, e sei que para acontecer, precisa começar de algum lugar. Então que esse lugar seja a música, seja o amor. Que esse lugar seja Amsterdã.”

Devido a política do local, que proíbe gravações durante shows, não há nenhum registro visual de possíveis observações de Vedder sobre a morte de Cornell durante a apresentação.

O setlist da noite foi aberto por “Long Road”, do Pearl Jam, que teve a letra mudada de “But still/Something’s missing” para “Without you/Something is missing”. Vedder também tocou uma cover de “The Needle and the Damage Done”, de Neil Young, frequente no repertório solo dele, e estreou uma versão de “I’m So Tired”, de Fugazi.

Vedder fará mais duas performances solo no AFAS Live, em Amsterdã, nesta segunda-feira, 29, e na próxima terça, 30. Jeff Ament, baixista do Pearl Jam, esteve entre os artistas que discursaram durante o funeral de Cornell na última sexta, 26, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Fonte

hash track

Peça seu som e ouça no Hashtrack!

Exemplo:
Artista: Neil Young
Música: Rockin' In The Free World
#Esse som é muito marcante pra mim porque foi o primeiro que rolou na minha programação.

Aplicativo

Você pode ouvir a rádio Mundo Livre direto no seu smartphone.

Disponível no Google Play Disponível na App Store

2022 © Mundo Livre FM. Todos os direitos reservados.