Frejat deixa o Barão Vermelho

18 de janeiro de 2017

Uma das mais emblemáticas bandas da história do rock nacional perde nesta terça, 17, o vocalista. Mais de trinta anos depois de assumir os vocais do Barão Vermelho – no lugar de Cazuza –, Roberto Frejat deixa a banda e é substituído por Rodrigo Suricato, fronmtan do Suricato.

A informação foi divulgada pelo site do jornal O Globo. O Barão Vermelho planeja as primeiras apresentações com a nova encarnação – a terceira da banda – para maio e segue com os integrantes Guto Goffi, Maurício Barros (originais, desde 1981), Fernando Magalhães (no grupo desde 1986) e Rodrigo Santos (desde 1992).

“Já fiz o que tinha que fazer com o Barão, mas percebi que as pessoas queriam que os shows acontecessem com mais regularidade. E, se eles queriam continuar, não fazia sentido impedi-los”, disse Frejat, que segue em carreira solo, ao veículo. “Temos diferenças de visão, mas jamais iria prejudicá-los. E o Rodrigo [Suricato] é um menino talentoso, bacana, muito bom músico.”

A última turnê do Barão Vermelho com Frejat aconteceu entre 2012 e 2013, para comemorar os 30 anos de carreira do grupo (ele assumiu os vocais em 1985, depois de Cazuza seguir exclusivamente com a carreira solo). Os integrantes da banda, contudo, reafirmam que as portas estão sempre abertas para Frejat.

“O Roberto falou que não estaria a fim de fazer uma turnê [de 35 anos de aniversário], que preferia esperar e fazer um show comemorativo dos 40 anos do Barão”, disse Goffi ao Globo. “Mas isso estava na contramão do que a rapaziada pensava. Cazuza morreu, Peninha [percussionista] morreu, Ezequiel [Neves, jornalista e amigo da banda] morreu, mas a vida segue.”

Rodrigo Suricato tem 37 anos, é vocalista da banda que leva seu sobrenome e ficou conhecido depois da participação com destaque no programa SuperStar, da TV Globo. Segundo Goffi, “até o fim do ano dá para fazer um disco, se a gente quiser”. “Vendo o jeito como o Rodrigo toca, me deu muita vontade de buscar novas parcerias, de fazer músicas.”

Em entrevista recente à Rolling Stone Brasil, Frejat comentou os planos dele para o futuro . “Tenho algumas coisas que estão arquivadas, músicas que eu tocava ao vivo que ainda não lancei, tem coisas inéditas e canções e que só tenho ‘violão e voz’ delas”, disse ele, citando o material produzido no estúdio pessoal dele.

“Uma hora eu tenho que parar para focar nisso”, acrescentou Frejat, cujo último trabalho de inéditas, chamado Intimidade Entre Estranhos, foi lançado no longínquo ano de 2008. “Mas sinto que tenho estado disperso em outros assuntos: filhos adolescentes, a questão dos direitos autorais…”

Fonte

hash track

Peça seu som e ouça no Hashtrack!

Exemplo:
Artista: Neil Young
Música: Rockin' In The Free World
#Esse som é muito marcante pra mim porque foi o primeiro que rolou na minha programação.

Aplicativo

Você pode ouvir a rádio Mundo Livre direto no seu smartphone.

Disponível no Google Play Disponível na App Store

2022 © Mundo Livre FM. Todos os direitos reservados.