“Insulto”: família de Johnny Cash se pronuncia contra neonazistas

18 de agosto de 2017

No último final de semana uma marcha de supremacistas brancos e neonazistas percorreu as ruas da cidade de Charlottesville, nos Estados Unidos.

Você já viu por aqui que diversos músicos e pessoas ligadas à televisão e ao cinema condenaram a atitude e a resposta do presidente Donald Trump, mas uma família em especial publicou uma longa carta aberta sobre o tema.

Os filhos do lendário Johnny Cash resolveram se pronunciar porque no meio da multidão um dos seguidores da extrema direita usava uma camiseta com o nome de seu pai, e eles foram categóricos:

Uma mensagem dos filhos de Johnny Cash:
Fomos alertados para um vídeo de um jovem em Charlottesville, que se autodeclara neonazista, vomitando ódio e raiva. Ele estava usando uma camiseta com o nome de Johnny Cash, nosso pai, estampado. Ficamos enojados com a associação.

Johnny Cash foi um homem cujo coração bateu no ritmo do amor e da justiça social. Ele recebeu prêmios humanitários de, entre outros, o Fundo Nacional Judeu, B’nai Brith e das Nações Unidas. Ele lutou pelos direitos dos Índios Americanos, protestou contra a Guerra do Vietnã, foi uma voz dos pobres, dos que sofrem e não tem com quem contar, e um defensor dos direitos dos prisioneiros. Junto com a nossa irmã Rosanne, ele esteve no conselho consultivo de uma organização cujo único objetivo era prevenir a violência com armas entre as crianças. Seu pacifismo e patriotismo eram duas das suas características mais marcantes. Ele ficaria horrorizado até mesmo com o uso casual de seu nome ou imagem para uma ideia ou causa baseada na perseguição e no ódio. Os supremacistas brancos e neonazistas que marcharam em Charlottesville são veneno para a nossa sociedade, e um insulto para qualquer herói norte-americano que usou um uniforme para lutar contra os nazistas na Segunda Guerra Mundial. Vários homens na extensa família Cash estiveram entre aqueles que serviram com honras. Nosso pai nos disse, várias vezes durante a vida, ‘Crianças, vocês podem escolher o amor ou o ódio. Eu escolho o amor.’

Não julgamos raça, cor, orientação sexual ou credo. Valorizamos a capacidade de amor e o impulso na direção do que é bom. Respeitamos a diversidade e apreciamos a nossa humanidade compartilhada. Reconhecemos o sofrimento de outros seres humanos e continuamos comprometidos com o nosso instinto natural de compaixão e serviço.

Para qualquer um que se julgue superior em relação a outros seres humanos, para qualquer um que acredite em hierarquia racial ou social: não somos vocês. Nosso pai, como uma pessoa, ícone ou símbolo, não é você. Pedimos para que o nome de Cash seja mantido longe de ideologias tão destruidoras e cheias de ódio.

Nós escolhemos o amor.

Rosanne Cash
Kathy Cash
Cindy Cash
Tara Cash
John Carter Cash

16 de Agosto de 2017

‘Nenhum de nós pode descansar, ser feliz, ficar em casa, estar bem consigo mesmo, até que a gente acabe com o ódio e a divisão.’ Rep. John Lewis

 

Fonte

hash track

Peça seu som e ouça no Hashtrack!

Exemplo:
Artista: Neil Young
Música: Rockin' In The Free World
#Esse som é muito marcante pra mim porque foi o primeiro que rolou na minha programação.

Aplicativo

Você pode ouvir a rádio Mundo Livre direto no seu smartphone.

Disponível no Google Play Disponível na App Store

2022 © Mundo Livre FM. Todos os direitos reservados.