Sambossa: Elza Soares no esplendor do sambinha gostoso

21 de janeiro de 2022

Capa de Sambossa. Imagem: reprodução.

(por Guilherme Mattar)

A saudosa Elza Soares viveu uma excelente fase no passado recente, com uma série de discos criticamente aclamados que a fizeram ser conhecida por um novo – e engajado – público. Mas a carreira da cantora foi repleta de lançamentos intrigantes e interessantes. Entre eles, Sambossa.

Lembrado pelo crítico Mauro Ferreira em texto de 2020, escrito no G1, o LP de 1963 captura uma aura deliciosa, com sambinhas gostosos de ouvir e servidos de uma inconfundível voz que passava do mais aveludado canto crooner aos scats rasgados, à Louis Armstrong, tão típico de Elza.

As letras bem humoradas, bem à tradição bamba, e dramáticas, ao sabor do samba-canção, ajudam a tornar o full length ainda melhor de se escutar nos conturbados tempos atuais.

Vale a pena conferir. E curtir a arte gravada em janeiro de 63, na sede da Odeon no Rio de Janeiro, por uma jovem Elza Soares de 32 anos.

hash track

Peça seu som e ouça no Hashtrack!

Exemplo:
Artista: Neil Young
Música: Rockin' In The Free World
#Esse som é muito marcante pra mim porque foi o primeiro que rolou na minha programação.

Aplicativo

Você pode ouvir a rádio Mundo Livre direto no seu smartphone.

Disponível no Google Play Disponível na App Store

2022 © Mundo Livre FM. Todos os direitos reservados.