Transa: os 50 anos do emblemático álbum de Caetano Veloso

7 de janeiro de 2022

Capa de Transa. Imagem: reprodução.

(por Guilherme Mattar)

Em janeiro de 1972, há 50 anos, Caetano Veloso lançava no Brasil um de seus álbuns mais estimados e emblemáticos: Transa.

Gravado em meio ao exílio do cantor em Londres, sob a produção do britânico Ralph Mace, o disco é repleto de uma mistura entre português e inglês, regionalismos, mashups, estrangeirismos, passado, presente, produção intimista e uma verve de improvisação e experimentação. Tudo a serviço de boas canções, calhando na configuração de um LP sem igual na carreira de Caê.

Um LP nascido da saudade. A ditadura militar deixara o artista passar um mês no Brasil, em janeiro de 1971, e pedira-lhe que fizesse uma canção em homenagem à rodovia Transamazônica, que estava sendo construída. Ele declinou, e produziu Transa no lugar, já de volta à Inglaterra.

Transa parece captar Veloso no ponto certo. Se no sucessor Araçá Azul o cantor se enveredaria para experimentações ousadas, alienando deliberadamente o público, no disco de 1972 ele conseguiu amarrar toda a miscelânea de coisas que o influenciavam sem perder de vista o apuro e apelo melódico. Razão pela qual o full length tornou-se um dos que melhor envelheceram, em se tratando da discografia caetânica.

Tem reggae, tem Notting Hill, tem Bahia, tem poesia, tem bossa, tem rock, Jards Macalé na guitarra e direção, Angela Ro Ro na gaita. Tem tudo.

Tudo o que o ouvinte, seja o de 50 anos atrás ou o de agora, precisa para curtir um som bacana. Um som inspiradíssimo. Um som que “ainda soa moderno pelo ar roqueiro e pelas colagens que, de certa forma, vislumbraram a cultura do sample e do mashup”, como bem definiu o crítico Mauro Ferreira em sua coluna no G1.

hash track

Peça seu som e ouça no Hashtrack!

Exemplo:
Artista: Neil Young
Música: Rockin' In The Free World
#Esse som é muito marcante pra mim porque foi o primeiro que rolou na minha programação.

Aplicativo

Você pode ouvir a rádio Mundo Livre direto no seu smartphone.

Disponível no Google Play Disponível na App Store

2022 © Mundo Livre FM. Todos os direitos reservados.