XTREMERS: Mateus Herdy foi o melhor brasileiro na França, perdendo na semifinal para o vice campeão.

25 de outubro de 2021

O jovem catarinense Mateus Herdy levou o Brasil até as semifinais do WSL Challenger Series da França e saltou da 66.a para a 17.a posição no ranking, empatado com o carioca Lucas Silveira.

(Crédito: @WSL / Laurent Masurel)

Os únicos sul-americanos no grupo dos 12 surfistas que vão completar a elite da World Surf League em 2022, são João Chianca e o peruano Lucca Mesinas. Eles dividem o sexto lugar com o australiano Connor O´Leary, campeão na final do Quiksilver Pro France contra o taitiano Michel Bourez em Hossegor. Os dois finalistas disputaram o World Surf League Championship Tour esse ano, mas não ficaram entre os top-20 do ranking mantidos na elite para 2022. Então, estão tentando garantir suas permanências pelo WSL Challenger Series. Depois do Quiksilver Pro France, só resta a etapa do Havaí para definir os 12 homens e as 6 mulheres, que completarão a elite que disputará os títulos mundiais no World Surf League Championship Tour 2022. Os rankings masculino e feminino computarão três resultados, com um deles podendo ser a maior pontuação obtida nas etapas do WSL Qualifying Series 2020, disputadas até o mês de março, antes do Circuito Mundial ser cancelado por causa da pandemia do Covid-19. Confira os resultados e ranking atualizado do circuito mundial de surf no www.mundolivrefm.com.br.
E pela causa do esporte, uma mente saudável, conteúdo e superação, estamos juntos aqui na Mundo Livre FM, uma atitude sonora.

RESULTADOS NO WSL CHALLENGER SERIES DA FRANÇA:

DECISÃO DO QUIKSILVER PRO FRANCE:
Campeão: Connor O`Leary (AUS) por 12,76 pts (6,73+6,03) – US$ 20.000 e 10.000 pontos
Vice-campeão: Michel Bourez (TAH) com 10,73 (6,50+4,23) – US$ 10.000 e 8.000 pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar com US$ 5.000 e 6.500 pontos:
1.a: Connor O´Leary (AUS) 13,93 x 12,40 Kanoa Igarashi (JPN)
2.a: Michel Bourez (TAH) 15,17 x 6,77 Mateus Herdy (BRA)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com US$ 3.500 e 5.000 pontos:
1.a: Connor O´Leary (AUS) 12,84 x 7,37 Maxime Huscenot (FRA)
2.a: Kanoa Igarashi (JPN) 14,70 x 13,84 Lucca Mesinas (PER)
3.a: Mateus Herdy (BRA) 13,73 x 2,30 Carlos Munoz (CRI)
4.a: Michel Bourez (TAH) 9,77 x 9,60 Frederico Morais (PRT)

OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar com US$ 2.750 e 3.500 pontos:
1.a: Maxime Huscenot (FRA) 14,66 x 10,70 Alex Ribeiro (BRA)
2.a: Connor O´Leary (AUS) 12,50 x 10,90 Beyrick De Vries (HOL)
3.a: Lucca Mesinas (PER) 15,43 x 12,40 Jessé Mendes (BRA)
4.a: Kanoa Igarashi (JPN) 14,27 x 12,50 Edgard Groggia (BRA)
5.a: Carlos Munoz (CRI) 10,43 x 10,00 João Chianca (BRA)
6.a: Mateus Herdy (BRA) 14,90 x 6,50 Lucas Silveira (BRA)
7.a: Michel Bourez (TAH) 11,77 x 10,54 Samuel Pupo (BRA)
8.a: Frederico Morais (PRT) 14,90 x 9,70 Jordan Lawler (AUS)

DECISÃO DO ROXY PRO FRANCE:
Campeã: Brisa Hennessy (CRI) por 15,23 pontos (8,40+6,83) – US$ 20.000 e 10.000 pontos
Vice-campeã: India Robinson (AUS) com 13,16 (7,83+5,33) – US$ 10.000 e 8.000 pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar com US$ 5.000 e 6.500 pontos:
1.a: Brisa Hennessy (CRI) 14,50 x 13,73 Sawyer Lindblad (EUA)
2.a: India Robinson (AUS) 15,60 x 10,27 Caitlin Simmers (EUA)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com US$ 3.500 e 5.000 pontos:
1.a: Sawyer Lindblad (EUA) 15,17 x 7,20 Dimity Stoyle (AUS)
2.a: Brisa Hennessy (CRI) 13,33 x 8,83 Alyssa Spencer (EUA)
3.a: India Robinson (AUS) 10,50 x 10,07 Molly Picklum (AUS)
4.a: Caitlin Simmers (EUA) 11,93 x 11,04 Vahine Fierro (FRA)

G-12 DO WSL CHALLENGER SERIES – 3 etapas de 2021 + 1 do QS 2020:
*-vaga no CT 2022 já garantida
*01: Kanoa Igarashi (JPN) – 15.500 pontos
02: Ezekiel Lau (HAV) – 14.250
03: Jake Marshall (EUA) – 12.500
04: Imaikalani Devault (HAV) – 12.000
05: Nat Young (EUA) – 11.900
06: Connor O´Leary (AUS) – 11.000
06: Lucca Mesinas (PER) – 11.000
06: João Chianca (BRA) – 11.000
*09: Griffin Colapinto (EUA) – 10.750
09: Liam O´Brien (AUS) – 10.750
11: Carlos Muñoz (CRI) – 10.650
12: Callum Robson (AUS) – 10.500
——–próximos sul-americanos até 100:
15: Samuel Pupo (BRA) – 9.500 pontos
17: Lucas Silveira (BRA) – 9.250
17: Mateus Herdy (BRA) – 9.250
26: Alonso Correa (PER) – 7.900
28: Thiago Camarão (BRA) – 7.650
29: Alejo Muniz (BRA) – 7.500
32: Alex Ribeiro (BRA) – 7.375
33: Edgard Groggia (BRA) – 7.250
40: Jessé Mendes (BRA) – 5.900
42: Wiggolly Dantas (BRA) – 5.800
44: Ian Gouveia (BRA) – 5.650
*48: Yago Dora (BRA) – 5.250
50: Weslley Dantas (BRA) – 5.050
*51: Jadson André (BRA) – 5.000
*62: Deivid Silva (BRA) – 4.000
65: Marcos Correa (BRA) – 3.750
68: Caio Ibelli (BRA) – 3.500
75: Michael Rodrigues (BRA) – 3.150
78: Marco Giorgi (URU) – 3.000
81: Willian Cardoso (BRA) – 2.800
83: Rafael Teixeira (BRA) – 2.700
85: Victor Bernardo (BRA) – 2.550
*87: Filipe Toledo (BRA) – 2.500
87: Leandro Usuna (ARG) – 2.500
98: Lucas Vicente (BRA) – 1.800
100: Renan Pulga Peres (BRA) – 1.750
100: Leo Casal (BRA) – 1.750

G-6 DO WSL CHALLENGER SERIES – 3 etapas de 2021 + 1 do QS 2020:
1.a: Brisa Hennessy (CRI) – 21.500 pontos
2.a: Gabriela Bryan (HAV) – 21.000

hash track

Peça seu som e ouça no Hashtrack!

Exemplo:
Artista: Neil Young
Música: Rockin' In The Free World
#Esse som é muito marcante pra mim porque foi o primeiro que rolou na minha programação.

Aplicativo

Você pode ouvir a rádio Mundo Livre direto no seu smartphone.

Disponível no Google Play Disponível na App Store

2022 © Mundo Livre FM. Todos os direitos reservados.